Siga-me no Twitter em @vascofurtado

quinta-feira, 1 de março de 2007

Polícia e Segurança Pública: Plano Real da Segurança?

Quando se começa a penetrar um pouco no problema das Polícias vê-se que não há solução a curto prazo e não há mágica. Creio que o que vivemos na economia há pouco tempo nos faz pensar que podemos conseguir um plano real para a Segurança. Isso não é possível. Acredito que reformas em leis específicas como a que versa sobre a estrutura das Polícias Militares devem ser perseguidas. O estatuto da criança e adolescente deveria sofrer melhorias para tratar situações de barbáries praticadas por adolescentes, por exemplo. Mas deixemos de pensar que mudança de lei ou plano de gabinete será a panacéia para os problemas que vivemos. Só cria uma ilusão na população de que é possível resolver problemas difíceis de forma fácil. Compartilho fortemente a opinião do Coronel José Vicente (veja o artigo “Da para fazer muita coisa ja" no blog da Época que mencionei no texto da introdução) que considera que muita coisa pode ser feita agora. A solução está em dar condições para que nossas instituições cumpram o que têm por obrigação de cumprir. Se fizermos isso os resultados virão. Talvez não tão imediatamente como desejamos, mas poderão vir mais cedo do que pensamos.

2 comentários:

Paulo Gurgel disse...

Um dos primeiros textos que li sobre segurança publica foi de Jose Vicente (ele tem uns dois ou tres capitulos no livro 'Insegurança Publica' da Nova Alexandria e muitos artigos na internet). Sempre gostei pela tentativa de nao 'romanciar' os textos - embora em alguns momentos uma tal de psciologia organizacional e social, que ele fala, tende a mudar um pouco isso.
Bem, o fato é que me senti a vontade de escrever e concordar com o comentario deste blog.
Tenho quase nenhuma competencia em opinar sobre as soluçoes desta area, mas um dia aprendi, com o meu orientador de iniciaçao cientifica, que embora o problema seja dificil, nao necessariamente, a soluçao tambem será.(desculpe a pseudo aliteraçao).
Abraços.

Anônimo disse...

Um dia assisti uma notícia em um jornal televisivo que assim dizia: a cada 20 minutos ocorre um roubo no Distrito Federal. Vejamos o valor dessa informação: o DF possui mais de 5 mil Km² e mais de 2.400.000 residentes, fora os visitantes de outros Estados. Bem, um roubo ocorre em apenas 1m² do DF, por que ficar com medo se ainda restam mais de 5 milhões de m². A probabilidade de alguém ser roubado é de 1/48.000.000 de chances a cada minuto. Estou no paraíso. Obrigado.