Siga-me no Twitter em @vascofurtado

quarta-feira, 16 de abril de 2008

WikiCrimes na BBC

A primeira matéria internacional sobre WikiCrimes saiu nessa terça-feira 15 de Abril. A BBC de Londres abriu um generoso espaço para noticiar em rádio e em seu site (clique aqui para acessar o texto). A reportagem abre espaço para depoimentos de pessoas a favor e contra a idéia. Acho muito bom que isso aconteça. Percebo certo receio de alguns em registrar crimes e sempre que falo sobre o projeto, há pessoas, muitas delas policiais, que apresentam argumentos céticos. Nada como ter um debate para esclarecer os pontos duvidosos. Na reportagem da BBC há o depoimento de um policial civil do Rio de janeiro que declarou que a Policia não deveria publicar os dados porque os mesmos levariam insegurança à população. E não estamos nós, agora mesmo, sem WikiCrimes, nos sentindo inseguros? O cidadão carioca, por exemplo, tem um nível de segurança que seria abalado com a informação de onde os crimes ocorrem proporcionada por WikiCrimes? Sinceramente, acho que isso não faz o menor sentido. Eu diria que é exatamente o contrário. O que traz insegurança é a falta da informação. Sem informação o cidadão não pode se proteger, nem se precaver. Além disso, há que se lembrar que a informação é pública e cabe ao cidadão decidir se a usa e como a usa. Acrescento ainda o que disse o britânico Spencer Chainey, estudioso em segurança pública, em sua palestra no Encontro do Fórum ano passado em Belo Horizonte. Ele mostrou o impacto na sensação de segurança em cidades inglesas onde os dados criminais são apresentados ao cidadão. Muitos cidadãos se sentiram mais seguros ao saber o que acontecia em seus arredores, pois a maioria achava que acontecia mais crimes do que o real. Voltando à reportagem, devo dizer que ela teve um impacto fortíssimo no nível de acesso do site. Acessos de todos os lugares do mundo foram feitos. A Inglaterra e os EUA comandaram as consultas e os registros. Em apenas um dia, houve mais acessos do que os que tinham sido feitos nos três meses anteriores. É ao mesmo tempo, excitante a atemorizante. Esse é o mundo da Web 2.0. Que aprendizagem! Abaixo, publico uma foto da reportagem.

7 comentários:

Dumuro disse...

Warning! See Please Here

Cleverton Aires disse...

Otima postagem, abraços!
:)

Anônimo disse...

Caro Vasco,

Parabéns pelo Projeto e pela sua capacidade de argumentação.

Tenho acompanhado o wikicrimes e tenho visto a velocidade da alimentação dos dados, espero que os cidadãos já estejam utilizando as informações para sua segurança

Eduard disse...

Professor, gostaria de ajudar no projeto com algumas idéias, sou profissional da área de segurança pública.

Vasco Furtado disse...

Ola Eduard,
Será um prazer contar com sua ajuda. Mande-me um email com suas coordenadas para que possamos conversar

Anônimo disse...

Está fora do ar! Passarei para todos os meus contatos!

Abraços!
Gilson

Marilia disse...

Apareceu na primeira página da Globo.com também. Olha o link: http://www.chipsheep.globolog.com.br/

:)