Siga-me no Twitter em @vascofurtado

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Ciços e Cultura Cidadã


Novamente, estou eu aqui tirando atraso de alguns temas que marcaram meu final de ano, mas que foram atropelados por WikiCrimes. Em dezembro fui eleito o ciço de 2007 e minha gestão será durante 2008. Este assunto não será fácil de ser acompanhado por quem não é, ou nunca foi ciço. Ciço? What the porra is that? (como diz meu amigo Walfredo). Uma difícil definição, mas que vou me arriscar a fazê-la. Aliás, tentarei ir além. Tentarei refletir sobre onde anda a seriedade de ser ciço. Que mensagem esta denominação carrega? Desculpem-me os leitores e principalmente meus amigos ciços se tento transformar esse tema eminentemente bufo em algo um pouco sério. Mas afinal de contas, eu não seria também um ciço se não fosse essa minha eterna necessidade de refletir e falar sério. Receber o “título” de ciço e a própria existência da cultura ciçal comportam um componente de educação social que, tenho certeza, não escapa a percepção da maioria dos que vivem esta brincadeira. É este o motivo que me faz ligar a idéia de ciço ao controle social tão presente na cultura cidadã. Lembrando que um dos pilares da cultura cidadã é criar um ambiente de controle social onde as pessoas se sintam incomodadas de realizarem ações ou terem postura desagradável à maioria da sociedade. Trata-se de uma forma de dar o seguinte recado: “não achamos sua postura legal”. Não deixa de ser uma repreensão. Isso ocorre em toda sociedade embora a forma como isso é exteriorizado varie. O cearense, com seu eterno viés humorístico, tinha que encontrar uma forma gozada de dar esse recado. O jeito ciço de viver(ciço way of life) é um exemplo vivo dessa forma de expressão cultural. Trata-se de uma forma jocosa de dizer (não exclusivamente) que fostes chato, ou inconveniente, ou teimoso, ou reclamastes demais no futebol, ou se irritastes demais, ou brigastes demais ou, simplesmente, fostes muito diferente. Poderíamos pensar que tal recriminação não é politicamente correta e mesmo alienante. Seria uma ditadura da maioria? Todo mundo encara a brincadeira da mesma forma? A resposta para essas indagações não é muito simples. Há que se admitir que a assimilação do conceito de ciço por um grupo não é natural e fácil. É necessário um processo de amadurecimento e de aprendizagem característicos em todo processo de assimilação cultural. Lembro-me que no grupo dos ciços que participo (os ciços do Bola na Rede), questionei muito sobre o que ser ciço queria dizer e o que a brincadeira aportava. Valeria a pena insistir? Seríamos capazes de lapidar a idéia, de assimilá-la nas diferentes concepções e sentimentos que cada um desejava dar e, ao final, conseguiríamos criar um vetor de energia positiva. Não sei se toda comunidade consegue fazer isso, mas posso testemunhar que convivo em uma que o fez. A acomodação do conceito foi acontecendo e a forma humorística e leve da denominação de ciço foi ganhando diferentes matizes não deixando espaço para discriminação, nem para constrangimentos. Ficou fácil de perceber que só cabe uma reação : relaxar e gozar! Acima, publico a foto de alguns desses ciços ao tentarem parecer jogadores de futebol.

11 comentários:

Leonardo Ayres disse...

Colete do Botafogo? Boa escolha professor!

Vasco Furtado disse...

Pois é Leonardo, para ciços, nada melhor do que o simbolo de um time que é bem ciço!

Anônimo disse...

Eu, sendo integrante deste grupo de ciços, me sinto muito importante após a definição científica desta ciçagem feita por um Doutor.

Minha gestão em 2003 foi focada na mudança de alguns paradigmas que cercavam a figura do ciço.

Após esta definição feita pelo nosso ciço doutor, vejo que valeu a pena o esforço que fiz mostrando a importância desta figura anteriormente depreciada e hoje enaltecida

CIÇO 2003

Anônimo disse...

\Como membro da comunidade "ciciana" do Bola na Rede, entendo que após uma definição brilhante como esta, necessário uma mudança em nosso "estatuto virtual" para que possa haver a reeleição.

cica pioneira disse...

Este mesmo título também se aplica as mulhers. Nao sabemos porque uma mulher é eleita ciça. Talvez pelos mesmos motivos que os homens o são. Lembrando o histório de como a eleicao começou, em 205, posso dizer que queríamos ter direito ao voto na tão badalada festa de fim de ano (festa do ciço). Todas as mulheres já são consideradas ciças, e se caracterizam por terem diferente adjetivos. Eu por exemplo, sou a ciça pioneira, mas existe a ciça simpatia, e tantas outras.

Anônimo disse...

Não queria fazer diferença entre os ciços do Bola na Rede, mas cada qual tem sua maneira ciça de ser. Concordem comigo... o atual eleito soube colocar em palavras uma descrição (para mim) perfeita do significado de uma brincadeira que não deixa de ter seu lado sério, porém por poucos entendida. Entre nós mulheres isso é simplesmente unânime. Precisamos da sua ajuda Vasco!!! Posso imprimir e repassar para as Ciças? Isso para a maioria delas é uma missão ruim entre nós, mas vejo que elas também possam entender o que nos faz ser diferente ao ponto de sermos titulados como tal. Quem sabe na próxima eleição não haja tanta rejeição para esse cargo.

Parabéns Vasco!! Adorei seu texto!!!

Obs.: Espero que "alguém" não observe também o horário do meu comentário, mas tenha a "sensibilidade" de concordar comigo...

Anônimo disse...

“Por que me elegeram ciço?” E “ciça”? Eis uma questão que as mulheres do Bola da Rede querem saber. Bem, hoje realizaremos a nossa 1ª reunião de 2008, e como encaramos com muita seriedade essas coisas de ciçagem, o tema terá uma reflexão com base no seu texto. E eu fui escolhida para lê-lo. Logo eu, que não me acho ciça, mas quase fui eleita em 2008! Como boa aluna, procurei fundamentar esse conceito pesquisando o seu significado na web e no Aurélio, mas não encontrei qualquer definição, exceto a sua. Bem, como você é um pós-doutor, acho que o seu texto será considerado científico e deverá ser bem aceito pela ”banca examinadora”. Amanhã saberemos o resultado. Mas, fica aqui a minha consideração, que para mim o título ciço(a)representa uma forma carinhosa e amiga de dizer “fostes muito diferente e o teu comportamento enriquece o nosso grupo!”. Parabéns pela matéria e por mais esse título, do qual deve se orgulhar por ter sido concedido por um grupo tão eclético e amigo!

Vasco Furtado disse...

Que legal os depoimentos das ciças! Os ciços estão de parabens pelas mulheres que tem. O main engraçado é não vi nenhuma ciça dizendo que não entendeu minha definição.

Ciça por Natureza disse...

Quero relatar para nosso amigo Vasco o quão importante foi seu texto sobre a definição de ciço,para nossa 1a.reunião das ciças em 2008.Acredito que mudou definitivamente o conteúdo de nossas reuniões vindouras. O texto lido entre nós,tanto nos fez refletir sobre ciço way of life de ser-masculino,como a versão feminina.Disse,que na minha opinião, não somos originais na criação de sermos ciças,porque somos originadas dos maridos que temos.Se não fôssemos casadas com um ciço,não teríamos entrado na turma das ciças.Isto é imutável!
Daí fomos analisar nossa definição própria. A meu ver,o "ciço"é um estado provisório,logo,passageiro. Nós ciças,nos auto denominamos de acordo com características pessoais
permanentes.é um adjetivo composto e nunca está sozinho.Exemplo:ciça pioneira(já citado)ciça atleta,ciça simpatia e outras mais.Nsso título não é critico nem repreensivo por algo que não deveríamos termos feito,e sim por algo que somos na essência,e que agradamos às outras.
Uma coisa é certa-admiramos a amizade de muitos anos dos ciços e sentíamos necessidade de nos aproximarmos e criarmos uma verdadeira sintonia entre nós mulheres,e não existirmos apenas porque somos esposas de um ciço. No ano passado ainda estávamos em desenvolvimento e aprimoração nas nossas ciçagens próprias.Acredito que neste ano estamos mais amadurecidas e ficaremos orgulhosas no nosso female way of life de ser e ainda daremos muito o que falar. Saudações cicianas ao nossos presidentes Vasco e Conceição!!!

Vasco Furtado disse...

Olá ciça por natureza,
Cada vez me convenço mais que a leitura feita por vcs no meu texto é muito mais profunda e inteligente. Que legal!

Anônimo disse...

E eu que pensava que a explicação do Vasco era a mais complicada que eu já tinha lido na minha vida.

Esta ciça por natureza bateu o recorde. Coitado do meu amigo casado com ela...