Siga-me no Twitter em @vascofurtado

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Pena de Morte: Quem Vai Matar?

Chamou-me a atenção a propaganda do candidato a deputado estadual Silvio Frota em que a pena de morte é anunciada como sua bandeira.

Talvez esse tema seja um dos mais polêmicos e cheios de tabu na nossa sociedade. E olhe que nem precisa entrar em jogo os ideais religiosos.

Pelo ponto de vista de combate a criminalidade, não há evidencias, em nenhuma parte do mundo, de que a pena de morte reduz os índices de criminalidade. Alguns poderiam dizer que se trata simplesmente de fazer justiça. Mas aqui percebe-se claramente um raciocínio paradoxal. Os mais revoltados com a situação atual de insegurança e impunidade certamente vêem o Estado como o principal responsável. Como querer então dar-lhe ainda mais poder, para que possa decidir matar alguém? Dá para confiar?

Vou além. Isso é bom para a sociedade? Num País em que a justiça tem dois pesos e duas medidas dependendo da quantidade de dinheiro que se tenha, a pena de morte seria só uma forma legalizada de matar os mais pobres, os discriminados. Ou seja, a resposta à pergunta no título desse texto talvez nem seja o mais problemático, o duro é poder dizer que já sabemos quem vai morrer. É nesse tipo de sociedade que se deseja viver?

É interessante como as pessoas não conseguem se sentir responsáveis pelas disparidades e injustiças da nossa sociedade. Ao invés de buscar reduzi-las, pensam em eliminar (literalmente) os que delas padecem.

Lembro-me de depoimentos indignados contra as manifestações contrárias a marcha em favor da liberação da maconha. O argumento usado pelos defensores foi de que era incitação ao descumprimento da lei. E colocar placas nas ruas defendendo a pena de morte é o que? Os mesmos não deveriam também se indignar?

4 comentários:

Leonardo Ayres disse...

pena de morte é clausula petrea de nossa constituição. No Brasil alterar isso somente com poder constituinte originário.
Não existe possibilidade legal de ocorrer isso.
Me admira um candidato que ese intitula "advogado do povo" dizer que vai lutar por isso. Pura balela ao nao ser que ele resolva dar um golpe de estado fechar o congresso e rasgar nossa constituição e fazer outra...
isso é marketing pra ganhar voto do povão

Anônimo disse...

Todos os candidatos que levantam a bandeira da: legalização do aborto, eutanásia, e pena de morte são pessoas que vivem em treva em si mesmos, que procurem mergulhar dentro de si mesmo em busca da VERDADE DO DEUS INTERNO PARA LBERETÁ-LO
Hoje ai viajando na Bezerra de Menezes e de dentro do ônibus pude ver ao longo da avenida, propaganda do candidato a deputado estadual Silvio Frota gritando em silêncio: PENA DE MORTE JÁ! Pelo que li a respeito dele, aqui mesmo neste blog, não encontramos nele qualidades morais, para defender a pena máxima. E gostaria de dizer ao candidato em foco e aqueles que lerem esse comentário, independentemente de acreditar ou não, o espírito do homem imagem e semelhança de Deus é imortal e tem a idade de Deus, é essência divina em estado latente, que na fase embrionária inicia a sua trajetória evolutiva no reino mineral, iniciando a sua animação automata nos vírus nos cristais num período de centenas de milhões de anos, inicia ciclo evolutivo no reino vegetal por centena de milhões de anos desenvolvendo a sensibilidade, depois disso passa a estagiar no reino animal nos unicelulares nos fundos dos mares, lagoas e rios desenvolvendo os músculos e o instinto, até atingir os primatas humanos foram consumidos uns dois bilhões de anos. Bom nisso devem compreender, que tudo isso corresponde ao Infinito Poder, Ao infinito Amor, a Infinita Bondade e a Infinita Justiça de DEUS. O Cristo Planetário que encarnou neste planeta no Personagem Jesus, não chegou ao nível que conhecemos sem ter passado por tudo o que foi exposto aqui, mas que está a nossa frente alguns bilhões de anos... meditem. Com Deus não existe privilégio, não existe milagre, todos nossos valores são por méritos , a cada um segundo as suas OBRAS, TUDO TEM SUS FINDAMENTOS EM LEIS, nada acontece por capricho. A justiça divina não se engana, ela se manifesta no momento certo e no endereço certo. “ QUEM COM O FERRO FERE COM ELE SERÁ FERIDO”. Todos somos falíveis. As religiões sobrevivem vendendo um deus que não existe, mas num deus que elas criaram. Não devemos dar credito no deus que o homem criou, mas n DEUS que criou o homem. DEUS = CEU = UNIVERSO são a mesma coisa. Poe isso DEUS É ONISCIENTE, ONIPRESENTE E ONIPOTENTE.
Ninguém tem o cérebro inteligente ou brilhante mas ESPÍRITO INTELIGENTE COM RELATIVA EVOLUÇÃO, ONDESTRUTIVO PORTANTO IMORTAL, quando se mata alguém, apenas lhe retiraram um instrumento de trabalho libertando-o de sua prisão. Ninguém tem o direito de arrebentar as grades da cadeia, pois os presos devem La permaneces até pagar o ultimo CEITIL. A JUSTIÇA DIVINA É DENTE POR DENTE E OLHO POR OLHO, MAS EM FUNÇÃO DO LIVRE ARBITRIO, CADA UM É JUIZ EM CAUSA PREÓPRIA E O CARRASCO DE SI MESMO.

Anônimo disse...

O mais engraçado é que ele é deputado estadual e não pode legislar sobre isso, não como deputado. Segundo o site do candidato, ele é "Apoiado pelo artigo 61, inciso 2º da Constituição Federal onde admite-se a apresentação de projetos de lei via iniciativa popular", portanto não precisa ser deputado estadual para tanto. Mero aproveitador...

Leonardo Ayres disse...

Pronto! A justiça eleitoral ja suspendeu a propaganda desse candidato: http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/propaganda+eleitoral+a+favor+da+pena+de+morte+e+vetada/n1237780066575.html