Siga-me no Twitter em @vascofurtado

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A Paixão do Futebol!

Com o Torcida Virtual acabei vivendo e sentindo mais o futebol. O depoimento dos torcedores no mural de cada torcida é algo sensacional. Um objeto de estudo de qualquer um que queira compreender como movem-se as massas. Antes das grandes finais de ontem, que tiveram o desfecho que todos sabem, acompanhei alguns depoimentos de vascaínos, corinthianos e flamenguistas.

Eles refletiam o sentimento, as angústias e a esperança das torcidas. Por incrível que pareça, os corintianos, embora fossem os que mais estivessem próximos do título, declaravam sua apreensão de formas diversas. Vejam esse depoimento abaixo. Relativizava até a vitória. Afinal o Corinthians está acima de tudo.

CORINTHIANO gosta do Corinthians e pronto! Quem gosta de título é cartório. Quem gosta de Vitória é capixaba. Quem se preocupa com Gol é a Volkswagen. Quem se preocupa com o craque.. é noia . Quem se importa com divisão é matemático.... Viva a torcida mais apaixonada do mundo! Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias de nossas vidas. Quem é corinthiano curte e cola no mural e quem não é, SENTA E CHORA!

Os vascaínos de tão otimistas com a temporada, relatavam seu amor.

Vasco é paixão. Vasco é amor. Só quem é vascaíno sabe o o que é isso. Vasco mania tô contigo e não abro. Nada nos abala e um amor eterno a camisa a nossa nação vascaína.

No mesmo tom os flamenguistas declaravam-se apaixonados.

Serei Flamengo mesmo que a bola não entre, mesmo que o estádio se cale, mesmo que o manto sagrado desbote, mesmo que a vitória esteja longe. Serei Flamengo, seja longa a jornada, seja dura a caminhada, Flamengo no peito e na alma, no grito e nas palmas, serei Flamengo até morrer!

Essas e outras declarações só nos confirma o sentimento de que a paixão pelo time do coração está acima de vitórias ou derrotas. É o orgulho de fazer parte de uma comunidade, de uma grande nação.

2 comentários:

Leandro Lima disse...

Excelente post. Eu, como torcedor do Fortaleza e morando em São Paulo, aprendi com os corinthianos como mostrar seu amor pelo time.

Todos os dias após um jogo do Corinthians você vê por aqui muitas pessoas vestindo a camisa, seja qual for o resultado do dia anterior. Com os outros times parece que isso não acontece.

Jojou disse...

Para ser vice, tem que chegar na final



A maior sinal do mau perdedor é quando tenta diminuir o sucesso do outro. É uma grande fraqueza de caráter esconder seu fracasso pessoal querendo tornar menor algo de que não foi capaz. Tem sido essa a constante assertiva de torcedores fanatizados em relação ao Clube de Regatas Vasco da Gama ao longo de muitos torneios e campeonatos. A inteligência mediana, isenta de qualquer melodrama, fanatismo e despeito erá observar que o desejo de todo aquele que torce por qualquer esporte, por qualquer bandeira, mesmo que se trate de eleição é estar entre os finalistas, é chegar na final.
O estudante que faz o vestibular, o concurso público, se candidata a algum prêmio, sabe que seu esforço terá valido a pena se estiver entre os primeiros classificados, afinal, quem pode ficar feliz por ser eliminado nas primeiras rodadas? Todos sabem que bom mesmo é chegar nas finais, mas como disse, é preciso inteligência e quando se trata de fanatismo, esse é um artigo raro, não existe fanático saudável, por isso mesmo pessoas assim cometem agressões, vandalismos, assassinatos, atentados, quer seja na defesa religiosa, política ou esportiva. O fair play que o torcedor são espera ver dentro de campo e que os bons jogadores cultuam, são mercadorias escassas nas arquibancadas, saber perder é uma virtude que engrandece, diminuir a vitória alheia é uma vergonha inconcebível, torna o perdedor alguém que expõe seu fracasso por meio do despeito incorrigível.
Menosprezar um vice campeonato parece um contrassenso, afinal, defender que isso não aconteça com o “time do coração” é o mesmo que desejar que ele seja eliminado do campeonato o mais rápido possível, afinal, de treze times, por exemplo, somente um poderá ser campeão e a probabilidade de não ser é sempre maior o que significa que os melhores times vão querer sempre estar entre os finalistas sabendo da hipótese de não chegar a ser o primeiro.
O bom torcedor gosta é do bom jogo e vibra por seu time em qualquer situação. O bom jogador é acima de tudo um profissional, então, hoje pode estar no time que venceu, amanhã no que perdeu, não é ele sozinho que faz as vitórias, ajuda no seu máximo, mas é o bom torcedor que faz a imagem de seu time e, não raro, os novos possíveis torcedores são atraídos não pela violência e choro dos vencidos, mas pela alegria de poder saber que seu time se esforça para ser o melhor dentre os melhores.
Vascainos, Botafoguenses, Fluminenses,...Não importa. Ninguém deve pensar que é menor ou que deve abandonar seu time por ele ter ido mais longe em um campeonato que os demais, afinal, se um time é “acusado” de ser sempre vice, significa que sempre chega onde os outros não conseguem de forma que todo campeonato tem uma final com dois times, e parece que um desses dois times tem sempre mais chances de ser um desses dois, logo, é um time muito bom.
Então, para aqueles que já foram, são ou vão ser vices, saiba que isso é muito porque só é vice quem consegue chegar na final, algo desejado por todos os torcedores do planeta.

John